Lizbeth Acuña Merchán

Lizbeth é doutora em Economia da Saúde, mestre em Epidemiologia e mestre em governo e gestão pública para a América Latina. Com estudos complementares em melhoria da qualidade em organizações de saúde pela Harvard School of Public Health, avaliação de tecnologias em saúde, estudos em alto governo, liderança gerencial, inovação estratégica e inovação pública.

Com 23 anos de experiência no setor da saúde, liderou o planejamento e implementação de estratégias de promoção da saúde e prevenção de doenças, planejamento, intervenção e controle de gastos em saúde. Desde 2012, assumiu a direção executiva da Conta Alto Custo, onde lidera o desenho e a implementação do sistema de informação para doenças catastróficas ou ruinosas no país, que permite a construção e implementação de políticas públicas de ajuste e avaliação de risco e desempenho e monitoramento nos processos de atendimento realizados por seguradoras, prestadores e fornecedores de serviços de saúde na Colômbia.

Também lidera o desenho de metodologias de análise para a identificação e implementação de políticas, estratégias e ações que contribuam para a melhoria da qualidade dos cuidados. Tem orientado a transformação tecnológica da Conta Alto Custo para o atendimento de todos os atores do sistema de saúde, tornando-a pioneira em questões fundamentais como interoperabilidade, aprendizado de máquina e Big Data, entre outras, para gerar evidências e promover o uso de dados da vida real na investigação e ajuste de políticas por meio de processos de participação com os diferentes grupos de interesse do setor, e por meio de espaços e meios de divulgação e publicações de grande impacto em nível nacional e internacional.

Da mesma forma, seu trabalho é caracterizado por um foco na equidade e no empoderamento das equipes de trabalho. Em 2020 co-fundou o MPODERA, grupo de mulheres líderes no setor da saúde que promove a equidade e o empoderamento feminino nas organizações e, desde 2022, integra o conselho de administração do mesmo, promovendo esta cultura na entidade que gerencia. É conferencista nacional e internacional, o trabalho que tem desenvolvido com a sua equipe de trabalho tem sido reconhecido local e mundialmente por ser um modelo inovador na gestão de pessoas com doenças de alto custo que permite ao país ser referência na concepção e implementação de políticas públicas voltadas para melhor gestão, mecanismos de pagamento por resultados, eficiência e qualidade da atenção por meio de modelos de gestão tecnológica, democratização da informação, gestão do conhecimento e sua utilização para melhor tomada de decisão em saúde.